0

Seja uma mulher diferente... e mais interessante

Os homens gostam de Barbies —  Mas só da aparência da boneca, tá?
No que se refere à atitude, pode ter certeza de que a maioria prefere algo mais eficiente e pensante. Não tenha medo de mostrar que tem opinião própria. No entanto, se for completamente diferente da dele, demonstre isso com leveza.
Visual de coelhinha —  o erotismo é um ótimo estimulante e os homens adoram olhar para mulheres que lhes sirvam de fetiche e sonhar com elas. Se é você quem está assumindo o roteiro, é bom considerar que quando alguém vestida como um ícone sexual cai no colo dele, o efeito pode ser contrário: assustado, é possível que ele fuja. Afinal, uma coisa é sonhar com a mulher-maravilha, imaginar fantasias com ela, e outra, muito diferente, é ser escolhido por ela como objeto dos seus desejos e ter de dar conta do recado...
Humor: esta sim, a grande arma —  Uma coisa é ser uma pessoa séria. outra, muito mais entediante, é se levar a sério. Senso de humor e auto-ironia são qualidades pra lá de apreciáveis. Você não precisa bancar a comediante junto ao seu futuro amor. Mas mostrar que é uma pessoa leve, que sabe tirar partido do inusitado e ide contratempos, pode contar muito mais pontos do que uma série ensaiada de caras e bocas. É claro que, muitas vezes, não dá para rir à toa. Porém, lembre-se sempre de que o som de uma risada gostosa, genuína, pode ser muito sensual e altamente estimulante.
Ele e a turma —  Pense duas vezes antes de fazer alguma demonstração mais explícita ou um convite na frente dos amigos. Afinal, ele pode se sentir constrangido e reagir de maneira imprevisível.
Surpresa tem hora certa —  É isso aí. E, na casa dele, se a surpresa for a sua presença, o desfecho pode não ser tão bom. Nem pense em aparecer sem avisar. A não ser que ele já tenha dado muitos sinais de que está só esperando esse empurrãozinho...
É muito comum ouvir, entre mulheres, comentários descontentes quanto ao fato de o mercado estar fraco em matéria de homens. As queixas são várias: "Não sabem o que querem... " ou "Estão muito galinhas, não sabem o que querem..." e , naturalmente, nunca falta a clássica: "Namoram um pouquinho e depois somem..."
Pois é. Quem disse que é fácil?
A verdade é que talvez não estejamos prestando a devida atenção.
Calma. Não se trata de machismo gratuito. Mas tomemos algumas situações bem prosaicas em que muitas vezes deixamos de agradar simplesmente por não estarmos ligadas na tal diferença entre os sexos.
Mas para que dar moleza ao acaso? É melhor ser esperta e fugir do estereótipo do que eles consideram nossos piores defeitos. E —  por que não? —  surpreendê-los com algumas atitudes diferentes do que esperam...
Não exija privilégios especiais por ser mulher —  Não lutamos tanto tempo pela tal da igualdade? Não estou dizendo que você não aceite que ele pague a conta. Porém não é preciso enfatizar o quanto você é especial por ter nascido menina. E, se em um momento delicado ele não for capaz de perceber a diferença entre você e um brucutu peludo, fuja.
Tente resolver os problemas —  Mecânicos, técnicos, burocráticos (e toda sorte de chateações do dia-a-dia), sem "empurrar o abacaxi" para ele. Nem mesmo ligue de hora em hora pedindo socorro...
Hoje, ninguém mais tem tempo para lidar com essas chateações. Sem contar que os homens já não possuem (nem fazem questão de possuir) aquelas habilidades tecno-mecânicas outrora tão requisitadas.
Aceite os contratempos com humor —  Por mais difícil que seja, não tenha medo de rir de si própria e não leve tão a sério as trapalhadas cotidianas. Com certeza, ele se sentirá muito aliviado se, em um momento particularmente complicado, em vez de levar a coisa a ferro e fogo, você rir.
Não se faça esperar —  Pontualidade é uma qualidade universal, mas, no caso das mulheres, por ser inesperada, é uma gentileza imensamente apreciada por qualquer homem.
Não banque o bibelô —  Evite alardear que é frágil, bobinha, "incapaz de...", "não sei se agüentaria" etc. É o tipo do comentário que faz com que você pareça um peso morto (embora até bonitinho) e o deixa em pânico ante a perspectiva de ter de dar conta de tudo.
Seja cúmplice —  Das manias, das qualidades e dos defeitos dele e até mesmo dos programas "de homem'' que ele faz. Procure se interessar sinceramente —  por que não? Se de todo isso não for possível, pelo menos dê uma força. E nem pense em criticá-lo na frente de outras pessoas.
Tenha o seu próprio dinheiro —  Se não tiver, dê um jeito de ganhar. Se não der, procure gastar o mínimo possível o dele. Como é difícil, faça-o pelo menos acreditar que você é o Joelmir Beting de saias, um astro em economia. E tudo sem muito barulho ou cobranças.
Esqueça a dieta —  É isso ai. Pare de fazer regime e de ficar falando sobre o assunto o tempo todo. Valorize uma boa refeição, um bom vinho e outros prazeres dos sentidos. Mostre que seu apetite "vai muito bem, obrigada". Essa atitude é mais apreciada do que se imagina.
Agradeça sempre! —  Se você acha que só porque é mulher merece o céu e que, como ele está apaixonado, tem de buscar a Lua para você, não se iluda. Um dia ele se cansa. Agradeça muito todas as delicadezas que ele lhe fizer no dia-a-dia. Qualquer presente tem de ser recebido com a alegria de um prêmio. E cada sorriso, devolvido com beijinhos.
Exagerei? Sou uma Amélia em fim de carreira? Em todo o caso, experimente fazer isso e depois me conte se não surtiu efeito... 

Cláudia Matarazzo
Fonte: Amante Elegante - Guia de Etiqueta a Dois.
Imagem: Google "" DanieleSou"

0 comentários:

Postar um comentário